COLETA E DESTINAÇÃO FINAL AMBIENTALMENTE ADEQUADA DE PAPEL

A AldeiaGreen coleta e faz a destinação ambientalmente adequada dos resíduos de papel e papelão. Após a coleta, o papel passa por uma seleção que retira matérias indesejáveis para o equipamento ou processo, como metais e vidros. Também são retirados resíduos que normalmente vem junto com o papel, como grampos, clipes e elásticos. Depois, papéis impróprios para a reciclagem são retirados, como os sulfurizados, encerados ou parafinados.

São então triturados, em dimensões pré-determinadas, de alguns lotes de papel. As operações finais do processo correspondem ao enfardamento e a venda do papel usado as indústrias de reciclagem, que farão a sua transformação em papel pronto para ser reutilizado. Nas recicladoras, é feita uma mistura do papel velho com água, a depuração e lavagem, peneiração, dissolução de contaminanes, destintagem e às vezes, branqueamento. A reciclagem do papel é conseguida através do reaproveitamento das fibras de celulose existentes nos papéis usados. O papel pode ser fabricado exclusivamente com fibras secundárias (papel 100% reciclado) ou ter a incorporação de pasta para papel. As fibras podem ser recicladas cinco a sete vezes.

 A degradação das fibras implica na adição de alguma porcentagem de pasta de papel virgem para manter a qualidade. O papel reciclado pode ser transformado em diversos produtos como papel higiênico, guardanapos, toalhas de rosto, papéis de embrulho, sacolas, embalagens para ovos e frutas, papelões, caixas de papelão, papel jornal e até papel para impressão offset (que pode ser usado em cadernos, livros, materiais de escritório, envelopes, etc.). Este último tipo de papel é obtido com uma seleção rigorosa da matéria prima original, basicamente vindo de aparas de gráfica.

IMPORTÂNCIA

Em 2013, a taxa de recuperação de papéis recicláveis no Brasil foi de 58,9%. O maior índice ficou com os papéis ondulados e kraft: 78,4% de taxa de recuperação. Aproximadamente 85% dos produtos consumidos no mundo inteiro utilizam embalagens de papelão. Apesar do tempo de decomposição deste material ser pequeno, cerca de seis meses, sua reciclagem é muito importante para o meio ambiente, já que quando reciclado este resíduo pode ser utilizado na fabricação de novas embalagens, economizando 98 mil litros de água e preservando de 10 a 12 árvores que seriam cortadas para a fabricação de papelão novo.

A reciclagem do papel e do papelão é extremamente importante não apenas para a natureza, mas também para a economia. Ao utilizar papeis e folhas de papelão recicladas, as indústrias economizam milhões de reais na aquisição de novos insumos. Uma tonelada de aparas pode substituir de 2 a 4 metros cúbicos de madeira, conforme o tipo de papel a ser fabricado, o que se traduz em evitar a derrubada de 15 a 30 árvores. Na fabricação de uma tonelada de papel reciclado são necessários apenas 2.000 litros de água, ao passo que, no processo tradicional, este volume pode chegar a 100.000 litros por tonelada. Em média, economiza-se metade da energia, podendo-se chegar a 80% de economia quando se comparam papéis reciclados simples com papéis virgens feitos com pasta de refinador. 

PAPEL APROVADO-01
RECICLÁVELNÃO RECICLÁVEL
Jornais e RevistasPapéis sanitários (papel higiênico)
Listas TelefônicasPapéis plastificados 
Papel Sulfite/RascunhoPapéis engordurados 
Papel de FaxEtiquetas adesivas
Folhas de CadernoPapéis parafinados 
Formulários de ComputadorPapel carbono
Caixas em Geral (ondulado)Papel celofane 
Aparas de PapelGuardanapos
FotocópiasBitucas de Cigarros
EnvelopesFotografias
Rascunhos  
Cartazes Velhos 
Caixa de Pizza 
Cartolinas e papel cartão 
Embalagens longa vida, tipo Tetrapak *